segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Não dá pra acreditar...

Lari, Léo, Ronny e Dal




Vida Passageira 

Do alto da montanha
Ou em um cavalo em verde vale
E tendo o poder de levitar
É como em um comercial de cigarros
Em que a verdade se esquece com uns tragos
Sonho difícil de acordar
É quando teus amigos te surpreendem
Deixando a vida de repente
E não se quer acreditar
Mas essa vida é passageira
Chorar eu sei que é besteira
Mas, meu amigo, não dá prá segurar

Desculpe meu amigo, mas não dá prá segurar
Vou dar então um passeio pelas praias da Bahia
Onde a lua se parece com a bandeira da Turquia
É o planeta inteiro que respira
Sinais de vida em cada esquina
Tanta gente que se anima
É quando teus amigos te surpreendem
Deixando a vida de repente
E não se quer acreditar
Mas essa vida é passageira
Chorar eu sei que é besteira
Mas, meu amigo, não dá prá segurar

Não dá prá segurar
Não dá prá segurar
Não dá prá segurar
Desculpe meu amigo, mas não dá prá segurar...



Vai com Deus Leozinho..='( 


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Viver de verdade...







Os ganhos ou os danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história. O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.
Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.
Parece fácil: "escrever a respeito das coisas é fácil", já me disseram. Eu sei. Mas não é preciso realizar nada de espetacular, nem desejar nada excepcional. Não é preciso nem mesmo ser brilhante, importante, admirado.
Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se. Ter esperança; qualquer esperança.
Questionar o que nos é imposto, sem rebeldias insensatas mas sem demasiada sensatez. Saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim. Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade.
Sonhar, porque se desistimos disso apaga-se a última claridade e nada mais valerá a pena. Escapar, na liberdade do pensamento, desse espírito de manada que trabalha obstinadamente para nos enquadrar, seja lá no que for.
E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer.



...e isso é o que nos move, a ousadia de viver... 



quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Ninguém suspeitar...





Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo, e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros...


(Caio F.) 


...e isso me faz pensar o quão os outros se importam com os nossos sentimentos...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Venha...

8º!

 9º!

Um beijo cheio de alegria para as duas pessoinhas MARAVILHOSAS e ENCATADORAS que me deram esses presentes, fiquei super grata e feliz.Obrigada Pri dona de uma douçura imensa (http://passionalidade.blogspot.com/) e obrigada também a dona do blog Sensity a qual não sei o nome, mas tem o meu apreço e admiração (http://embuscadasensibilidade.blogspot.com/).

Quero dizer também que voltei a vida normal, minha facul tá puxadinha, dificultando assim minhas postagens e minhas vindas aqui, mas sempre que puder darei uma fugidinha, por que tudo aqui me conforta, me anima me faz ver que o mundo é muito mais que meus olhos podem ver, aqui tudo vai muito além.Quero agradecer todo o carinho recebido pelo meu niver, obrigada, desejo a cada um, tudo que há de mais maravilhoso nesse mundo...E como diz o nosso doce Caio, "venha quando quiser, ligue, chame, escreva, tem espaço na casa e no coração, só não se perca de mim..."

...e isso me faz querer mais...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Vai menina...



E amanhã é dia de festa e sendo assim usarei aquela frase do Caio, "vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente..."
Mesmo que o dia seja tranquilo, amanhã,  aqui dentro de mim tudo estará em festa.


...e isso me fará FELIZ! 




7º!
Um beijo cheio de alegria para Elaine, que deixou esse presente sem saber do niver..rs!
Obrigada e que seus dias sejam iluminados, assim como você diz.. ")







quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Aprender...


Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.

(Cecília Meireles)

...e isso me fez ver a felicidade que se é viver...



6º!
Um beijo cheio de alegria pra Cris, dona de uma escrita fascinante e foi quem me deu esse presente..

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Alcançar...



Breve...


...Deixe estar

O amor pode ser breve
Sendo livre ele se atreve
Ele voa e volta pro mesmo lugar


Ter a liberdade de amar
Quem você quiser
Dar as mãos andar sem medo
Alcançar o sol
Love is Free...
(Luka)
...e isso me fez querer alcançar o sol, depois aa estrelas, depois a lua e depois e depois...


5º!
Um beijo cheio de alegria para a Doce Juh que me deu esse mimo..=)