quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Viver de verdade...







Os ganhos ou os danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história. O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.
Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.
Parece fácil: "escrever a respeito das coisas é fácil", já me disseram. Eu sei. Mas não é preciso realizar nada de espetacular, nem desejar nada excepcional. Não é preciso nem mesmo ser brilhante, importante, admirado.
Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se. Ter esperança; qualquer esperança.
Questionar o que nos é imposto, sem rebeldias insensatas mas sem demasiada sensatez. Saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim. Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade.
Sonhar, porque se desistimos disso apaga-se a última claridade e nada mais valerá a pena. Escapar, na liberdade do pensamento, desse espírito de manada que trabalha obstinadamente para nos enquadrar, seja lá no que for.
E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer.



...e isso é o que nos move, a ousadia de viver... 



9 comentários:

  1. Perfeito texto minha querida!
    Temos que saber viver nossas vidas, com sinceridade, autensidade.
    Por vezes em nossas caminhadas, tropeçamos em algo e caímos, mas o que conta nao foi o tombo, mas a força que nos levantou e nos impulsionou a continuar essa jornada.
    Nao podemos desistir de nos mesmos, nem dos nossos sonhos, porque sao estes que alimentam nossa alma.

    Adorei!

    Minha querida, tenha uma linda noite!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  2. Guria! Que saudades daqui!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Tem um selinho pra ti no meu blog!
    Passa lá buscar!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  4. Querida tem um selinho para vc no meu blog.Passa lá par pegar.
    Bjs!
    Lu

    ResponderExcluir
  5. - C0mo vc disse mesmo: se não sonhar, tudo se apaga. Acredito que o sonhar é que nos move, nos faz ir além. Belas palavras. Bom-dia, ótimo sábado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sob o comando de cordéis

    No descompasso de minha existência
    Existe vida em minha carência
    Vontade, desejo, medo e amor
    Na ousadia de viver dançando com a dor

    Todos os caminhos que percorri
    Algo de novo eu sempre aprendi
    Por exemplo, que para ser feliz
    Não é necessário viver por um triz

    Porque a vida não é tão pequena
    Basta saber representar bem a cena
    Cena deste nosso teatro de marionetes
    Onde somos os autores e também os intérpretes...

    Saulo Prado

    Em sua escrita bebi a inspiração, para escrever este meu texto de reflexão

    ResponderExcluir
  7. Hey guria, tudo bem?
    Adorei seu blog, muito legal e muito lindo!
    Posso segui-lo??

    Bjão ;**

    ResponderExcluir