terça-feira, 16 de agosto de 2011

Me move...


Eu não sou tão forte quanto eu previa, nem tão fraca quanto eu temia. Não tenho o passo rápido como eu gostaria, nem paraliso como poderia. Aprendi a me equilibrar nos extremos. Se não tenho o direito de escolher todos os acontecimentos, me posiciono de acordo com os fatos. No final, o que me move não é forte o suficiente pra me derrubar, mas é intenso o bastante pra me fazer ir além.
Fernanda Gaona

e isso, o intenso me fortifica...


3 comentários:

  1. "Aprendi a me equilibrar os extremos". E a gente segue assim se (re)descorindo a cada dia, tornado-se mais forte, mais madura, mais corajosa!
    Bjs amiga!

    ResponderExcluir
  2. Equilíbrio deveria ser o sonho de consumo de todos nós, o maior deles.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Equilibrio em tudo!

    Flor, que saudade de vc! Acho que andamos sumidinhas hein!

    Beijinhos

    ResponderExcluir